segunda-feira, maio 30, 2011

Doc: "The Expressive Power of Young Portuguese Design"

Trago aqui um documentário de 2009 que só agora consegui ver integralmente. É um documentário de cerca de 25 minutos sobre o design nacional, com grande ênfase sobre o design gráfico, criado por Nuno Miranda e Paulo Valente para a Universidade Lusófona. O documentário conta com entrevistas a vários designers como - Ricardo Mealha, Paulo Arraiano, The Studio, ou Alexandre Santos, e está bem conseguido, muito fluído e com perguntas claras e respostas na maior parte das vezes muito diretas. Os 25 minutos estão divididos em cinco partes - 1.0 Inspiração; 2.0 Comparação; 3.0 Expansão; 4.0 Poluição; 5.0 Conselho - que gera uma estrutura clara do que se pretende transmitir e ajuda à compreensão por parte do espetador.


É um documentário interessante porque nos dá um olhar por dentro sobre a indústria criativa nacional. Percebe-se que as coisas mexem, e que evoluimos muito. Contudo ainda temos um caminho a percorrer, e este documentário serve exatamente nesse sentido, de incentivo a novas gerações.

Não vou entrar em mais detalhes, deixo apenas alguns dos comentários que me parecem mais significativos retirados das entrevistas e algumas imagens de trabalhos.






1.0 Inspiração
"é muito variável, não tenho um percurso muito coerente… não queria um trabalho de rotina…" Ricardo Mealha
"uma pessoa tem que principalmente procurar" TheStudio
2.0 Comparação
"há coisas que só se aprendem com o trabalho e com formação… há muita gente que não sabe muito bem o que é isto do design, pensam que o design é fazer uns bonecos. É muito mais do que isso é comunicar, é relação do dia-a-dia com o mundo" Alexandre Santos
3.0 Expansão


4.0 Poluição
"às vezes são os pequenos estúdios, e pequenos ateliers que dinamizam a coisa e que realmente fazem passar comunicação como deve ser… às vezes agências gigantes com 10 mil estagiários a fazerem coisas em que o briefing já vem atrasado do cliente 10 dias, fica mais 10 dias no account, depois chega ao art director e ainda atrasa mais, e quando chega ao designer que vai realizar o trabalho, já é para o mês passado, porque andou ali embrulhado num processo…." Paulo Arraiano
5.0 Conselho
"procurar, é um processo contínuo, fazer tudo com muito amor, muito carinho… uma dedicação, acreditar naquilo que se transmite" Paulo Arraiano

"o 'portuga' tem uma tendência que é queixar-se de tudo o que é Português. É a nossa cruz. A única forma de mudar isto é sermos bons naquilo que fazemos. Cabe a cada um ter orgulho e brio." TheStudio

"trabalhar muito, dedicar muito, trabalho conceptual, não é fazer só porque é bonito, as coisas têm que dizer qualquer coisa… isto é comunicação "eu estou a dizer isto através disto"… não desistir, levar pancada, e levantar" TheStudio

"Tem de haver uma gestão de uma carreira, e não ir apenas atrás de cada trabalho. Produzir um portefólio estruturado que possa apresentar em qualquer lugar… o portefólio deve ser o centro de um estudante... sempre ao longo de toda a sua formação… no fundo é aquilo que serve para a pessoa entrar no mercado de trabalho" Ricardo Mealha
E fica aqui a primeira parte do documentário, e abaixo os links para a 2ª e 3ª partes.

The Expressive power of young portuguese design - Parte I

Ficam aqui os links diretos para: Parte II e Parte III.
Enviar um comentário