terça-feira, dezembro 06, 2011

Arte, Esforço e Mestria

Um vídeo que mostra o desenvolvimento de um trabalho gráfico desenvolvido na base de pontos criados com uma caneta. Podemos dizer que seguindo uma técnica denominada de pontilhismo, embora não siga a corrente nos termos e objetivos da criação de cor, mas apenas da forma.  É um trabalho impressionante criado por Miguel Endara e que segundo ele, a imagem final conterá à volta de 3.2 milhões de pontos.


O que me parece mais relevante neste trabalho, é o impacto que este vídeo gera nas pessoas, a ver pelas várias reações online. As pessoas ficam abismadas com o investimento de tempo e paciência apresentados. Os comentários pouco falam da imagem final, do que ali veem, o que esta representa. Mesmo sabendo que o autor estava a desenhar um retrato do seu pai, o que poderia levar as pessoas a questionar-se porquê, o que teria acontecido para um trabalha desta escala. Por outro lado a imagem apresenta um claro momento de conflito, repleto de emoção, mas nem isso é chamado à discussão. As pessoas questionam e surpreendem-se sobretudo com o esforço envolvido na criação do trabalho.


E se enfatizo esta questão, é apenas para dizer que este vídeo e as reações evidenciam muito claramente que um dos elementos mais importantes na aferição do valor daquilo que é Arte, é o reconhecimento do esforço e da mestria envolvidos na conceção de uma obra. Muito mais do que tudo aquilo que ela possa dizer em nome das interpretações que cada um lhe quiser atribuir.

Enviar um comentário