segunda-feira, fevereiro 07, 2011

storytelling: o limite é a imaginação

Na semana passada, no final da minha apresentação sobre Cinema Virtual das 3ª Jornadas da AIM, o colega Martin Dale questionava-me sobre o modo como as tecnologias de virtualização do cinema estão a provocar alterações em termos de storytelling. A isso respondi,
"o modo como essa alteração se operou e continua a operar é na quebra de todas as barreiras e limites à criatividade, tudo o que a nossa mente for capaz de imaginar visualmente é passível de ser traduzido em imagem"
Nesse sentido deixo aqui um filme publicitário que espelha bem isso, saiu já no ano passado mas continua a valer a pena rever.


Claro que depois de ver um filme destes muitas questões ficam no ar, e para percebermos em maior detalhe como estão as tecnologias ao serviço da criatividade e do storytelling nada melhor que ver o making of.

Enviar um comentário