sábado, janeiro 26, 2008

Comentários na West Coast

Opto por passar os comentários da Patrícia Gouveia ao texto West Coast, em triângulo... para texto principal, porque assim terão uma visibilidade diferente e podem contribuir para uma discussão mais interessante sobre a temática.
Gostei de ler o teu post pois embora tenha andado completamente fora desta polémica tenho uma opinião demolidora sobre esta imagem gráfica. Sinceramente não sabia que estava a ser alvo de crítica tão generalizada pois ando tipo zombie mas essa crítica parece-me evidente pois a campanha pôs-se a jeito. Até já tinha pensado também escrever sobre isto. Senão vejamos os pontos com que se apresenta de um provincianismo a toda a prova:

_uso da paisagem sobre os retratos (esta insistência das belas paisagens é criticada há tanto tempo que nem dá para acreditar), as pessoas não visitam países pelas suas paisagens mas pela sua cultura daí os espanhóis, mais espertos, colocarem obras de Miró e outras;

_os retratos são de pessoas algumas conhecidas outras desconhecidas mas só isso torna logo o assunto problemático, eu acho que conheço bastante de arquitectura mas nunca ouvi falar daquele sujeito..? Em relação às artes plásticas…? Porquê Joana Vasconcelos e não Paula Rego? No Briefing esta questão deveria ter sido equacionada e coloca, sem necessidade nenhuma, fragilidade na intençãoda agência, pelo menos cá dentro; lá fora ninguém os reconhece portanto acho que acabam por funcionar como anónimos;

_o nome do fotógrafo é puro parolismo e a utilização de um estrangeiro na campanha lembra-me uma polémica no Brasil sobre o facto da primeira-dama (senhora Lula, uma parola) não usar roupas de estilistas nacionais, ao contrário das primeiras damas dos países mais desenvolvidos; Acredito que é importante dar este trabalhos aos excelentes artistas nacionais acho isto equivalente a ter designers como o Stefan Sagmeister a fazer o grafismo da casa da música; numa palavra: parolo, mais do mesmo, de facto;

_eu pessoalmente acho a imagem pirosa, um efeitozinho paisagístico sobre retratos que se calhar até são bons, não dá para ver naquela estética do multiply;

_façam cartazes e mupis com obras emblemática das arquitectura portuguesa (pavilhão de Portugal, por exemplo), pinturas de Paula Rego ou de João Penalva misturadas com as obras da Joana Vasconcelos e outros escultores;

_mostrem a Marisa a cantar no São Luís; o Mourinho e o Cristiano Ronaldo a jogar no estrangeiro agora aquele mix mal digerido não me convence nada… para mim é mais do mesmo, falta de cultura visual e estética no seu expoente, sorry! Fiquei entristecida por o governo alinhar nestas palhaçadas e não acho que seja um problema e bandeira mas de má formação estética. xxx mouse
Enviar um comentário