quarta-feira, janeiro 30, 2013

Reverso, a diferença em sociedade

Reverso (2012) é uma deliciosa curta de estudante com uma ideia original sobre um tema universal. O filme apresenta a vida de uma pessoa que perdeu o sentido de gravidade, e usa esta condição para trabalhar a diferença e a rejeição em sociedade. O filme foi realizado por Kimberly Honma, Clément Lauricella e Arthur Seguin na escola ArtFx de Montpellier, França.


Aparte a abordagem original do efeito de gravidade, o melhor do filme está no modo como comunica tudo o que tem a dizer sem qualquer diálogo, criando toda a progressão narrativa assente na linguagem não-verbal do filme. Vale a pena esperarem pelo fim dos créditos. Além da componente do storytelling a atmosfera criada pela luz e cor é soberba.



Em termos técnicos foi tudo feito com Maya, AfterEffects e RealFlow. Recorreram ainda bastante à gravação deles próprios para compreenderem os movimentos a executar no ecrã. Numa entrevista os criadores referem a dificuldade em criar as animações do personagem e do movimento dos objectos invertidos de modo a manter a naturalidade. Diga-se que essa parte ficou muito boa, ao longo do filme sentimos uma total naturalidade naquela diferença. Depois do filme podem ainda ver o Making Of.

Reverso (2012) de  Kimberly Honma, Clément Lauricella e Arthur Seguin
Enviar um comentário