sexta-feira, outubro 19, 2012

jogar com a Montagem

Loop Raccord foi finalista Nuovo Awards no Independent Festival Games de 2011. Como facilmente se percebe pela categoria em que foi seleccionado, não é um jogo convencional mas antes experimental. O jogador é colocado no lugar de um editor de vídeo e são atribuídos pontos à montagem executada por este.


Loop Raccord funciona segundo uma parametrização de match-cut que categoriza a qualidade das edições realizadas pelo jogador segundo os princípios da montagem invisível. Para um jogo experimental é estranho que procure o lado mais convencional da linguagem cinematográfica. Por outro lado objectivos mais experimentalistas neste campo obrigariam à criação de todo um outro sistema de feedback no jogo. Aliás isso parece-me mesmo a componente mais fraquinha do jogo, o feedback. Tanto na interface como às nossas acções, se melhor trabalhado enriqueceria muito mais toda a experiência.

"Loop Raccord" is an experimental video-editing game for the iPad, which consists in synchronizing a chain of video clips in order to create an illusion of continuous movement.

Por outro lado o jogo tem uma componente muito interessante para todos aqueles que se interessam por cinema e imagem em movimento, porque é uma forma de aprender e treinar as competências de edição mas não só, também de compreensão e percepção do movimento. Ainda assim julgo que este jogo teria ganho imenso no campo pedagógico e até na recompensa psicológica ao esforço do jogador, se no final de cada ronda, pegasse nos clips editados e os montasse todos num filme, cortando as partes irrelevantes. Acredito que isso lhe retiraria algum do charme experimentalista que possui por seguir uma forma muito menos linearizada da apresentação tanto na apresentação dos clips como na finalização de cada segmento de imagens.

Se estiverem interessados em saber mais sobre o modo como surgiu Loop Raccord aconselho ouvirem o autor Nicolai Troshinsky no vídeo que ele próprio criou com excertos de filmes que estão na base de dados do jogo ou ler a entrevista dada ao IndieGames.com. Gostei da referência inspiracional ao Peter Greenaway, um claro inovador no campo da linguagem fílmica.



Pode ser adquirido ainda hoje no iTunes para iPad por 0.79 euros, está a comemorar um ano, o preço normal é 2.39 euros. Podem também experimentar primeiro uma versão beta grátis para PC.
Enviar um comentário